O título exalta a lei da polaridade existente no ouro e prata na fabricação do Anel Atlante Original, destaca a união desses dois metais opostos em uma única joia. Essa união representa o equilíbrio perfeito, exercendo a lei da polaridade em harmonia, o poder da união e a dualidade que traz equilíbrio.
O Anel Atlante Original é um objeto com um significado espiritual e um caminho para a iniciação. Ele traz a proteção, a saúde e a intuição, para podermos adquirir a prosperidade e equilíbrio para quem o usa. A união do ouro e da prata no Anel Atlante Original é um conceito básico dessa busca pelo equilíbrio, pela harmonia e pela compreensão do conhecimento de si mesmo.
A lei da polaridade afirma que tudo no universo tem dois polos opostos, como masculino e feminino, luz e sombra, quente e frio. A busca do equilíbrio consiste em encontrar um ponto médio entre esses opostos, onde possamos viver de forma harmoniosa e próspera.

O texto abaixo, escrito por Rudolf Steiner, retrata o princípio da polaridade atualmente até chegarmos ao próximo momento da existência trazido pela nova Era.

DO ATO DE CRISTO E DOS PODERES ESPIRITUAIS OPOSTOS*

A cada erro, cada mentira, cada ilusão, colocamos um obstáculo no caminho do progresso.
Suponha que em alguma vida você comete um erro. Se este erro se tornasse firmemente consertado na sua vida, não significaria nada menos do que perderia o passo em frente que teria dado se não tivesse cometido o errado; a cada erro, um passo seria perdido — passos suficientes para corresponder exatamente os erros cometidos. Se a possibilidade de superar o erro não tivesse sido dada, o homem teria sido submerso por ele.

Mas a bênção do karma “A Lei Divina” foi concedida. O que significa esta bênção para o homem?

O karma é algo para tremer, ou algo para temer? Não, de fato! O karma é um poder pelo qual o homem deve estar grato.

Pois o karma nos diz: Se cometeste um erro, lembra-te de que “Deus não se zomba; tudo o que o homem semeia isso também colherá”. Um erro exige que você o conserte; então, após o ter eliminado do seu karma você pode novamente dar um passo em frente!

E agora vamos mais longe. Nos nossos dias estamos a mover-nos para a época em que outros Seres se aproximarão do homem — Seres que no futuro diante de nós iremos intrometer-se cada vez mais profundamente na evolução humana.

Fundamentalmente falando, o homem continua trabalhando nessa transformação inconsciente do corpo físico, no desenvolvimento da alma, da consciência. E na era agora, a aproximar-se, aqueles Seres espirituais conhecidos como Asuras (Deuses da Sabedoria) irão entrar na alma da consciência e, com isso, no ‘Eu’ ou ego humano – pois o ‘Eu’ se acende na alma da consciência.

Os Asuras irão gerar o mal com uma força muito mais poderosa do que foi exercida pelas potências satânicas na época da Atlântida ou pelos Espíritos Luciféricos na época Lemuriana.

No decorrer do período terrestre, o homem irá expulsar todo o mal trazido até ele pelos Espíritos Luciféricos juntamente com a bênção da liberdade.

O mal trazido pelos Espíritos Arimânicos pode ser derramado no curso do karma.
Mas o mal trazido pelos poderes Asuricos não pode ser apagado desta forma.

Enquanto os bons espíritos instituíram dor e sofrimento, doença e morte para que, apesar da possibilidade do mal, a evolução do homem ainda possa avançar, enquanto os bons espíritos possibilitaram o trabalho do karma até ao fim que os poderes arimânicos pudessem ser resistidos e o mal feito o bem, não será tão fácil contrariar os poderes Asuricos à medida que a existência da terra segue o seu curso.

Pois estes Espíritos Asúricos irão incitar o que foi tomado por eles, nomeadamente o núcleo do ser do homem, a alma da consciência juntamente com o ‘eu’, a unir-se à materialidade terrena.

Quando os Espíritos Asúricos se instalam na alma, eles vão tirando pedaços da nossa identidade. Isso significa que vamos deixar partes de nós mesmos para trás na Terra. O que os Espíritos Asúricos levam, não volta mais. Mas isso não significa que vamos nos tornar vítimas deles. Apenas eles irem moldar as partes do nosso espírito.

O professor Henrique José de Sousa, afirmou que o seu maior sonho era que os seus discípulos compreendesse a lei da polaridade. O meu entendimento, diante da afirmação do Prof. Henrique, é que os seres que compreendem a lei da polaridade, recebe a revelação e o conhecimento das leis do Universo.

A minha prática taoista com início no Tai Chi Chuan, após muitos e muitos treinamentos, me fizerem avançar no entendimento dessa quarta lei universal divulgada ha milênios desde o Egito escrita por Thot, passando por Hermes Trimegisto. Após ficar centenas de anos fora do alcance e do conhecimento ocidental, por magia surge o livro, o Caibalion. Onde resumidamente nos dá uma amostra verdadeira do caminho iniciática através das sete leis que rege o Universo.

Direitos Autorais:

Copyright © Edom Ferreira. Todos os direitos reservados.

Você pode copiar e redistribuir este material contanto que não o altere de nenhuma forma, que o conteúdo permaneça completo e inclua esta nota de direito com os links: www.anelatlante.com e www.joiasagrada.com.br

Edom Ferreira